• MARIANNA DIB

Fisioterapia

Atualizado: Ago 24

Entenda os benefícios da Fisioterapia para a sua saúde.

A fisioterapia é uma reabilitação que ajuda a fortalecer ossos e os músculos para que as pessoas possam voltar a andar ou recuperar movimentos que por algum acidente, ou doença tenham perdido, a fisioterapia também é indicado para pessoas de idades para que elas possam ter uma boa qualidade de vida, e também não percam movimentos que com a idade é normal perder. Também ajuda na reabilitação de fraturas de atletas para que eles possam fortalecer os seus músculos e voltar as atividades em pouco tempo,

O maior beneficio da fisioterapia é ajudar pessoas que tenham perdido os seus movimentos e também a retardar a perda do mesmo como no caso de pessoas de idade, por isso se você tem alguma paralisia, ou perdeu o movimento procure fazer o tratamento com um Fisioterapia.


Benefícios de fazer Fisioterapia...


1. Melhoria da postura corporal

As sessões de fisioterapia podem modificar o erro postural observado na maioria dos indivíduos. A coluna vertebral tende a adaptar o corpo conforme a forma como a pessoa realiza suas atividades cotidianas.

Para aqueles que assistem televisão deitados no sofá ou utilizam os aparelhos eletrônicos com a cabeça encurvada, é preciso corrigir a postura o quanto antes a fim de evitar o desenvolvimento de distorções musculares.

Nesses casos, as correções posturais devem ser feitas gradativamente, com a ajuda de um profissional e reavaliadas sempre que necessário para evitar dores na parte lombar ou cervical da coluna.


2. Diminuição de dores osteomusculares.

Algumas pessoas desenvolvem dores crônicas de origem articular ou disfunções em decorrência de quedas ou acidentes graves. Nesses casos, as sessões de fisioterapia são imprescindíveis para o prognóstico favorável.

As dores crônicas causam uma inflamação muscular e, portanto, apenas as medicações analgésicas e anti-inflamatórias não são suficientes para reverter o quadro clínico.

Nesse sentido, a fisioterapia traumato-ortopédica propiciará a diminuição da dor e a eliminação do processo inflamatório, além de melhorar a força muscular e ajudar no retorno gradativo às atividades cotidianas e à prática de exercícios físicos.


3. Melhoria do condicionamento físico

Por meio da fisioterapia esportiva, os profissionais clínicos analisarão o paciente quanto à possibilidade de instituir intervenções para reabilitar, prevenir ou aperfeiçoar o desempenho físico.

A reabilitação tem o propósito de retomar o grau de eficiência muscular ora perdido em decorrência de uma lesão grave no esporte ou devido a algum acidente que comprometeu as articulações.

A prevenção de lesões é direcionada a atletas de alto rendimento que necessitam de cuidados especializados e personalizados, conforme a rotina física estabelecida pelos preparadores físicos.

Sabendo que os atletas de alto desempenho forçam demasiadamente a musculatura, os fisioterapeutas podem intervir para instituir exercícios que relaxam os indivíduos nos períodos de ausência de treinos


4. Prevenção de lesões decorrentes do envelhecimento

Com o avançar da idade, uma fraqueza óssea é esperada, em parte proveniente de disfunção hormonal e em outra devido à imobilidade própria da idade. Os pacientes tendem a diminuir suas atividades físicas e os músculos vão ficando inativos.

Os fisioterapeutas geriátricos contribuem para retomar as atividades físicas dos idosos, conforme as condições clínicas apresentadas. As sessões podem ser feitas em domicílio ou em clínicas multiprofissionais.

Os principais pontos de atuação profissional envolvem as readequações posturais, o aumento da força muscular, a diminuição das dores e do cansaço, além de mudanças positivas na coordenação motora e nas funções neurológicas.


5. Recuperação neurológica de pacientes

Indivíduos que sofreram traumatismos cranianos, estão acamados ou têm doenças neurodegenerativas podem se beneficiar de alguns exercícios fisioterapêuticos. Trata-se da área da fisioterapia neuro-funcional.

As lesões cerebrais podem gerar problemas de mobilidade, disfunção da marcha e do equilíbrio e alterações nos processos articulares. Dependendo da condição clínica do paciente, o neurologista e o fisioterapeuta trabalharão em conjunto para uma abordagem integrada e holística.


29 visualizações
  • Ícone do Instagram Cinza
  • Ícone do Facebook Cinza
  • Ícone do Youtube Cinza